domingo, 4 de dezembro de 2016

Concurso Nacional de Leitura

As obras escolhidas, a nível de escola, para serem lidas pelos alunos inscritos no Concurso Nacional de Leitura deste ano são:

O Alienista, de Machado de Assis e Sexta-feira ou a vida selvagem, de Michel Tournier.
Ambos os livros se encontram disponíveis para requisição na Biblioteca, para todos os alunos inscritos. Não se esqueçam de requisitar antes das férias do Natal! E  boas leituras.
Para recordarem o regulamento consultem:

http://www.planonacionaldeleitura.gov.pt/Concursos




Natal

No âmbito da comemoração do Natal, a Unidade de Multideficiência e Surdocegueira Congénita, em parceria com a Biblioteca Escolar lançaram um convite a todas as famílias: a construção de uma Bota de Natal que represente o espírito natalício.
Esperamos que todos se envolvam nesta iniciativa, de forma a tornar mais viva a participação da comunidade nos projetos escolares.

Contamos com a participação de todos!

As botas já começaram a chegar e a chaminé já está preparada para as receber!!





 

Monitores da Biblioteca

A Biblioteca Escolar, tal como em anos anteriores, conta com os monitores para dinamizar atividades e ajudar a organizar as tarefas do dia-a-dia.
Este ano juntaram-se a nós o Ricardo, a Melissa,a Ana Beatriz e a Érica.
Sejam bem vindos!


terça-feira, 1 de novembro de 2016

1 de novembro - "Dia de Todos os Santos"


Em Portugal tradicionalmente, no dia de Todos os Santos, de manhã bem cedo, as crianças saíam à rua em pequenos grupos para pedir o "Pão por Deus" e ao fim da manhã voltavam com os seus sacos de pano cheios de romãs, maçãs, doces, bolachas, rebuçados, chocolates, castanhas, nozes e, às vezes, até dinheiro!

 

Ao pedir o "Pão por Deus", cantavam-se cantilenas enquanto se andava de porta em porta.
"Pão por Deus,
Fiel de Deus,
Bolinho no saco,
Andai com Deus.
Quem dá, quem dá
Passas para as caraças
Castanhas para as aranhas
Bolinhos para os santinhos
.
Bolinhos e bolinhos
Pão por Deus,
Fiel de Deus,
Bolinho no saco,
Andai com Deus.
Bolinhos e bolinhos
Para mim e para vós
Para dar aos finados
Qu'estão mortos, enterrados
À porta daquela cruz.

Truz! Truz! Truz!
A senhora que está lá dentro
Assentada num banquinho
Faz favor de s'alevantar
P´ra vir dar um tostãozinho."

Quando os donos da casa davam alguma coisa, cantava-se:

"Esta casa cheira a broa
Aqui mora gente boa.
Esta casa cheira a vinho
Aqui mora algum santinho.”

Quando os donos da casa não davam nada, cantava-se:

"Esta casa cheira a alho
Aqui mora um espantalho
Esta casa cheira a unto
Aqui mora algum defunto."
  
Era também costume os padrinhos oferecerem um bolo, o Santoro, aos seus afilhados, no Dia de Todos os Santos.
Ainda neste dia as pessoas vão ao cemitério arranjar as sepulturas dos seus entes queridos, com flores, que por tradição nesta altura do ano são crisântemos. Acendem velas para iluminar os falecidos no caminho até ao Paraíso e mandam rezar missas em seu nome.

·    O culto aos mortos foi estabelecido pela Igreja católica com o nome de Finados. É comemorado no dia 2 de Novembro de cada ano, logo depois do dia de Todos os Santos.


FONTES:
·         http://www.junior.te.pt
·         http://framboesa30.atspace.com/Halloween-Rituais.html/